Olá, Sou Diogo, tenho 36 anos e desde dos 17 trabalho na área de tecnologia. Quero partilhar com vocês um pouco desse momento e o que aprendi sobre projetos web.

Para o êxito do desenvolvimento de qualquer serviço tecnológico no paradigma convencional, era imperativo criarmos processos para termos uma conduta conforme e um entendimento mútuo minimizando riscos e conflitos.

Abaixo, um processo com 12 passos para que um serviço de de desenvolvimento fosse exitoso criado por mim em 2010.

Atualmente esse sistema de processos já não faz mais sentido para mim. Trabalhar de forma rígida e padrão é um ponto cego. Acaba fastando as pessoas. Não permite evoluir. Bem, é minha opinião! Você pode discordar.

O manifesto ágil trouxe a luz um novo paradigma e trago mais esses pilares atualmente:

Indivíduos e interações mais que processos e ferramentas

Software em funcionamento mais que documentação abrangente

Colaboração com o cliente mais que negociação de contratos

Responder a mudanças mais que seguir um plano

https://agilemanifesto.org/iso/ptbr/manifesto.html

Atualmente trocamos um processo operacional padrão por diversas metodologias organizacionais e colaborativas que trazem dinamismo, entusiasmo e cooperação em um processo contínuo de integração e entrega. Tenho estado muito feliz com o que aprendi ultimamente em equipes super eficazes. Vou partilhar duas dessas, para não me estender muito. Basicamente, nessas duas podemos atender muitas necessidades.

Para novos negócios: Design Sprint

O processo foi desenvolvido e anunciado pela Google Ventures, um braço do Google focado em testar e acelerar ideias que ainda estão em estágio inicial de desenvolvimento.

A principal vantagem desse processo de cinco dias em relação a tantas outras metodologias que existem por aí é que ele pega um atalho bastante vantajoso: ao invés de esperar para lançar um MVP (Minimum Viable Product) para descobrir se a ideia é boa ou não, processo esse que pode tomar vários meses, o Design Sprint foca especificamente na validação da ideia com usuários e encurta o processo para 40 horas de trabalho.


Muito melhor saber se a ideia vai funcionar ou não ANTES de ter que passar pelo trabalho todo de desenvolvê-la por completo, certo?

O que é?
Cinco dias para criar, desenhar, prototipar e testar uma ideia.

Para quem é recomendado?
Startups em estágio inicial; ideias que ainda precisam ser amadurecidas; projetos internos.

Quando usar?
Antes de investir tempo e dinheiro em uma startup ou ideia; antes de um time ágil recém-formado começar a trabalhar em um projeto; antes de começar a desenhar a fundo uma funcionalidade complexa.

Quem envolver no sprint?
Pelo menos um Designer, um Stakeholder (CEO da startup, dono da grana, dono da ideia, dono da bola), um Product Manager, uma pessoa que conhece bem os usuários do produto, e alguém com um background mais técnico (Desenvolvedor).

Para projetos de tecnologia com escopos definidos: Método SCRUM

Scrum é uma metodologia ágil para gestão e planejamento de projetos de software.

No Scrum, os projetos são dividos em ciclos (tipicamente mensais) chamados de Sprints. O Sprint representa um Time Box dentro do qual um conjunto de atividades deve ser executado.

Metodologias ágeis de desenvolvimento de software são iterativas, ou seja, o trabalho é dividido em iterações, que são chamadas de Sprints no caso do Scrum.

As funcionalidades a serem implementadas em um projeto são mantidas em uma lista que é conhecida como Product Backlog.

No início de cada Sprint, faz-se um Sprint Planning Meeting, ou seja, uma reunião de planejamento na qual o Product Owner prioriza os itens do Product Backlog e a equipe seleciona as atividades que ela será capaz de implementar durante o Sprint que se inicia.

As tarefas alocadas em um Sprint são transferidas do Product Backlog para o Sprint Backlog.

A cada dia de uma Sprint, a equipe faz uma breve reunião (normalmente de manhã), chamada Daily Scrum.

O objetivo é disseminar conhecimento sobre o que foi feito no dia anterior, identificar impedimentos e priorizar o trabalho do dia que se inicia.

Ao final de um Sprint, a equipe apresenta as funcionalidades implementadas em uma Sprint Review Meeting.

Finalmente, faz-se uma Sprint Retrospective e a equipe parte para o planejamento do próximo Sprint.

Assim reinicia-se o ciclo.

Veja a ilustração abaixo:

Princípios : Quero agora reforçar alguns princípios básicos que são inegociáveis para uma relação exitosa: Confiança, Compromisso, CoCrição, Conexão, Comunicação, Celebração, tudo isso com muito afeto e Carinho.

Abaixo nossa inspiração, o método de Victor Pinedo sobre Arquitetura Organizacional onde através do afeto vencemos o que ele chama de couraças pessoais e organizacionais.

Estamos em um processo de evolução, ganhando maturidade. Se você também, vamos bater um papo?